Home

Responsabilidade na Produção

A horticultura em eco-estufa de vidro e a sustentabilidade são conceitos intimamente ligados. Trabalhamos num setor que utiliza a energia de forma intensiva e dependemos de recursos naturais como a água. A Frestia assume a sua responsabilidade ambiental e social e tem a sustentabilidade como um dos seus focos de trabalho. Exemplos disso mesmo são as condições que damos aos nossos colaboradores,  o cultivo orgânico, a prevenção do desperdício de água, trabalhando em circuito fechado, a utilização de duas centrais de tri-geração, para obtenção de energia elétrica, calor e CO2. Nas nossas instações da Holanda trabalhamos também num projeto geotérmico para aquecimento das eco-estufas.

Garantia de qualidade

Na Frestia trabalhamos constantemenete e propositadamente na otimização de processos. A nossa forma de trabalhar está perfeitamente explícita nos nossos manuais de procedimentos e nas certificações que temos. A segurança alimentar e a sustentabilidade de processos recebem toda a atenção durante o processo de cultivo e durante a embalagem dos nossos produtos. Estamos constantemente a verificar se existem áreas que possam ser melhoradas. Verificamos periodicamente, através de auditorias externas, se os padrões estabelecidos são atingidos.

Dispomos das certificações seguintes:

Proteção de cultura biológica

Para nós, só faz sentido ter um cultivo o mais próximo possível do Biológico. As doenças e as pragas são controladas através da utilização de insetos autóctones. Para esse efeito, o responsável pela proteção de culturas está continuamente  à procura do equilíbrio perfeito entre praga e predador. Com esta forma de trabalhar, garantimos produtos limpos e seguros, cumprindo com as normas mais exigentes.

Uma Gestão empenhada

Cuidamos dos nossos trabalhadores. Somos uma organização relativamente pequena e pouco hierarquizada, o que nos permite dar muita atenção a cada pessoa. Quem demonstra talento e ambição tem grandes possibilidades de evoluir dentro da empresa. Oferecemos condições de trabalho em que a segurança é um ponto essencial

Calor Geotérmico, CO2 e Sol

As plantas necessitam de calor, luz, nutrientes e CO2. Em Portugal temos o número de horas luz anuais ideal para este tipo de culturas. No entanto, precisamos de calor nos meses mais frios e grandes quantidades de CO2 durante todo o ciclo de produção.  Nas nossas intalações em Odemira utilizamos duas centrais de tri-geração, com utilização de Gás Natural e com uma eficiência de 98%, com o objetivo de produzir:

  • energia elétrica - que injeta na rede pública,
  • calor - através do sistema de refrigeração do motor e dos gases de escape aquecemos água a 90ºC que armazenamos e utilizamos posteriormente no sistema de aquecimento da eco-estufa,
  • CO2 - depois de feito o arrefecimento dos gases de escape, estes são tratados por um processo catalítico, obtendo-se CO2 puro, que é libertado na eco-estufa para ser “consumido” pelas plantas no processo de fotossíntese.

Na Holanda, o calor necessário para a nossa empresa em Honselersdijk é proveniente do subsolo. A Frestia, juntamente com alguns produtores progressistas, participa no projeto geotérmico “Aardwarmte Vogelaer”.  Só na nossa empresa, poupamos 70% no consumo de combustíveis fósseis, o que é comparável ao consumo de energia de 1500 famílias! O CO2 que utilizamos é um produto residual da refinaria da Shell em Pernis. Assim, as nossas estufas consomem o CO2 que seria emitido para a atmosfera. A empresa em Honselersdijk também está equipada com painéis solares que a tornam 35% autossuficiente em eletricidade.

Quer ficar a saber mais sobre a forma como colocamos a sustentabilidade na prática?

Calor geotérmico Vogelaer